Influência pombalina na morfologia urbana de São Luís do Maranhão

Margareth Figueiredo

Resumo


São Luís do Maranhão possui um significativo acervo arquitetônico, histórico e urbanístico, remanescente dos séculos XVIII e XIX, época de prosperidade econômica do estado, por meio da agroexportação do arroz e algodão. Pela sua relevância, o centro histórico de São Luís foi inscrito, em dezembro de 1997, na lista de bens do Patrimônio Mundial da Unesco. Na paisagem urbana do centro histórico, destaca-se a arquitetura civil dos sobrados e solares do bairro da Praia Grande, que apresentam, na composição da fachada, fortes traços de influência da arquitetura produzida na reconstrução da Baixa Pombalina, após o terremoto de Lisboa em 1755. O presente artigo tem como objetivo apresentar um estudo sobre influência pombalina na morfologia urbana de São Luís do Maranhão. A abordagem metodológica para o desenvolvimento da presente pesquisa constou de revisão bibliográfica e pesquisa de campo, em que se recolheram dados sobre o casario da Baixa Pombalina e de São Luís do Maranhão, complementados com uma pesquisa documental nos órgãos públicos locais e regionais. Com a sistematização, análise e interpretação de toda a informação recolhida, pretende-se contribuir para a sua valorização e para a criação de dados que auxiliem a definição de estratégias adequadas à sua preservação.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



ISSN: 2316-6134

A Convergência Lusíada é uma revista do Centro de Estudos do


Licença Creative Commons
A Revista Convergência Lusíada utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.