Para quem escreve quem hoje escreve?

Luis Maffei

Resumo


Pensar poesia em anos de prosa, anos talvez hostis ao poético, implica pensar em quem lê e naquele que quem escreve supõe como destinatário ou interlocutor. Este texto resulta de um inquérito com cinco poetas portugueses (Carlos Alberto Machado, Ana Marques Gastão, João Luís Barreto Guimarães, Carlos Bessa e Miguel-Manso), a quem foram propostas duas perguntas: 1 – “Para quem escreve?” 2 – “Que poema de sua lavra exemplifica melhor, ou particularmente, uma dimensão de outro?”. A reflexão articula as respostas e os poemas, procurando cogitar hipóteses para a pergunta do título.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



ISSN: 2316-6134

A Convergência Lusíada é uma revista do Centro de Estudos do


Licença Creative Commons
A Revista Convergência Lusíada utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.