O mapeamento cognitivo do Rio de Janeiro na ficção de Rubem Fonseca

Paulo Teixeira

Resumo


Fredric Jameson defende que o posicionamento do indivíduo na pós-modernidade torna inevitável o recurso à prática do mapeamento cognitivo, que o autor descreve como um método de localização e de orientação por meio do qual o sujeito, descentrado pela mudança para um novo tipo de espaço, se pode reorientar a si mesmo. Em cada uma das narrativas de Rubem Fonseca, os personagens dependem da sua capacidade de localização e de orientação no espaço urbano do Rio de Janeiro. A ênfase nesses processos revela em que medida este autor reconhece a importância do espaço na construção da subjetividade e nas possibilidades de ação dos seus personagens.


Palavras-chave


mapeamento cognitivo; pós-modernidade; Rio de Janeiro; Rubem Fonseca.

Texto completo:

PDF

Referências


ABREU, Maurício de. Evolução urbana do Rio de Janeiro. 4. ed. Rio de Janeiro: IPP, 2006.

BROSSEAU, Marc. Des romans-géographes. Paris: L’Harmattan, 1996.

CERTEAU, Michel de. A invenção do cotidiano. 3. ed. Petrópolis: Vozes, 1998.

CORRÊA, Roberto Lobato. A geografia cultural e o urbano. In: ______; ROSENDHAL, Z. (Orgs.). Introdução à geografia cultural. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2010.

FONSECA, Rubem. Bufo & Spallanzani. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1985.

______. Vastas emoções e pensamentos imperfeitos. São Paulo: Companhia das Letras, 1988.

______. A grande arte. 12. ed. São Paulo: Companhia das Letras,1990.

______. O buraco na parede. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.

______. Contos reunidos. São Paulo: Companhia das Letras, 2004.

______. Ela e outras mulheres. São Paulo: Companhia das Letras, 2006.

JAMESON, Fredric. Pós-modernismo: a lógica cultural do capitalismo tardio. 2. ed. São Paulo: Ática, 1997.

KUHN, Thomas S. A estrutura das revoluções científicas. 5. ed. São Paulo: Perspectiva, 1998.

LEFEBVRE, Henri. The production of space. Oxford: Blackwell, 1999.

LYNCH, Kevin. A imagem da cidade. São Paulo: Martins Fontes, 1997.

MERIVALE, Patricia; SWEENEY, Susan Elizabeth (Orgs.). Detecting Texts: the metaphysical detective story from Poe to postmodernism. Philadelphia: University of Pennsylvania Press, 1999.

PILE, Steve. The body and the city: psychoanalysis, space and subjectivity. London: Routledge, 1996.

RICOEUR, Paul. Interpretação e ideologias. 3. ed. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1988.

SERPA, Angelo. O espaço público na cidade contemporânea. São Paulo: Contexto, 2007.

SOJA, Edward W. Thirdspace: journeys to Los Angeles and other real and imagined places. Cambridge: Blackwell, 1996.

______. Postmetropolis: critical studies of cities and regions. Malden: Blackwell, 2000.

TALLY JR., Robert T. Spatiality. London: Routledge, 2013.

TANI, Stefano. The doomed detective: the contribution of the detective novel to postmodern American and Italian fiction. Edwardsville: Southern Illinois University Press, 1984.

WESTPHAL, Bertrand. La géocritique: réel, fiction, espace. Paris: Minuit, 2007.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.



ISSN: 2316-6134

A Convergência Lusíada é uma revista do Centro de Estudos do


Licença Creative Commons
A Revista Convergência Lusíada utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.