Movimentos da paisagem na poesia de João Cabral de Melo Neto

Regina Célia dos Santos Alves

Resumo


A partir do conceito de paisagem enquanto percepção de um espaço, cuja dinâmica ocorre na inseparabilidade entre sujeito, lugar e figuração, pretende-se, no presente trabalho, abordar a paisagem em três poemas sobre os cemitérios pernambucanos publicados em Paisagens com figuras, de João Cabral de Melo Neto. Cada cemitério, pertencente às cidades de Toritama e de São João da Mata, desdobra-se em diferentes paisagens a partir da perspectiva pela qual é percebido pelo sujeito lírico. Para as diferentes imagens criadas, colaboram aspectos da geografia, da história, da economia, da cultura, dos hábitos e costumes do local filtrados pela sensibilidade estética do poeta que, com as paisagens construídas, consegue expressar de forma pujante a intensidade do ser, viver e morrer do homem nordestino.


Palavras-chave


João Cabral de Melo Neto; paisagem; cemitério; vida; morte.

Texto completo:

PDF

Referências


BERQUE, Augustin. El pensamiento pasajero. Tradução: Maysi Veuthey. Madrid: Biblioteca Nueva, 2009.

COLLOT, Michel. Do horizonte da paisagem ao horizonte dos poetas. In: ALVES, Ida; FEITOSA, Márcia Manir Miguel (Orgs.). Literatura e paisagem. 2. ed. Niterói: Editora da UFF, 2013a.

______. Poética e filosofia da paisagem. Tradução: Ida Alves et al. Rio de Janeiro: Oficina Raquel, 2013b.

GOMES, Rafaela de Abreu. João Cabral, um poeta-crítico: poiesis e crítica. 2015. 163 f. Dissertação (Mestrado em Letras) — Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2015.

LIMA, Luiz Costa. Lira e anti-lira. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1968.

MELO NETO, João Cabral de. Serial e antes. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1997.

MERLEAU-PONTY, Maurice. Fenomenologia da percepção. Tradução: Carlos Alberto Ribeiro de Moura. São Paulo: Martins Fontes, 2014.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.



ISSN: 2316-6134

A Convergência Lusíada é uma revista do Centro de Estudos do


Licença Creative Commons
A Revista Convergência Lusíada utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.