Crônicas de um português sobre a construção de uma capital: possibilidades para o estudo das sensibilidades urbanas

Verona Campos Segantini

Resumo


Este estudo teve por objetivo compreender os impactos da urbanização sobre os corpos e sentidos dos habitantes do arraial de Belo Horizonte, local que abrigaria a nova capital do estado de Minas Gerais. Recorremos à produção literária/jornalística de Alfredo Camarate, viajante português, sujeito de múltiplas experiências. Lançou seu olhar sensível e atento sobre a cidade, registrando, em suas crônicas, publicadas no jornal Minas Gerais, ao longo do ano de 1894, as alterações que o antigo arraial sofria para se tornar cidade-capital.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



ISSN: 2316-6134

A Convergência Lusíada é uma revista do Centro de Estudos do


Licença Creative Commons
A Revista Convergência Lusíada utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.