Um testemunho do contemporâneo

Camila Souza

Resumo


Estes escritos oferecem uma leitura do poema “Haste”, pertencente à coletânea A dolorosa raiz do Micondó (2006), da escritora e jornalista Conceição Lima, natural de São Tomé e Príncipe. Considerado um testemunho poético e crítico sobre o tempo em que se vive, “Haste” parece deixar exposta uma realidade — um contexto de existência — hostil. Essa realidade afeta dolorosamente a relação entre ser e mundo exterior. A poesia se mostra, pois, como lugar possível para o testemunho dessa experiência marcada pela intempérie, bem como para a resistência diante de seus efeitos.


Palavras-chave


testemunho; contemporâneo; mau tempo.

Texto completo:

PDF

Referências


AGAMBEN, G. O que é o contemporâneo? e outros ensaios. Tradução: Vinícius Nicastro Honesko. Chapecó: Argos, 2009.

FELMAN, S. Educação e crise, ou as vicissitudes do ensino. In: NESTROVSKI, A.; SELIGMANN-SILVA, M. (orgs.). Catástrofe e representação: ensaios. São Paulo: Escuta, 2000. p. 13-71.

______. O inconsciente jurídico: julgamentos e traumas no século XX. Tradução: Ariani Bueno Sudatti. São Paulo: EDIPRO, 2014.

LIMA, C.




DOI: https://doi.org/10.37508/rcl.2019.n42a304

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



ISSN: 2316-6134

A Convergência Lusíada é uma revista do Centro de Estudos do


Licença Creative Commons
A Revista Convergência Lusíada utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.