A cidade transfigurada em “A tragédia de D. Ramón”, de Branquinho da Fonseca

Silvie Špánková

Resumo


O artigo centra-se no imaginário urbano no conto “A tragédia de D. Ramón” (Caminhos magnéticos,1938) de Branquinho da Fonseca (1905-1974). Baseada primordialmente no método mitocrítico e fenomenológico(Sansot, 1971; Hodrová, 2006), a presente análise salienta vários paralelos literários quepodem ser encontrados no conto fonsequiano. Deste ponto de vista, dois modos de representação podemser observados: o da cidade “sensorial”, na qual entra o diálogo literário com a poesia de CesárioVerde, e o da cidade “alucinatória”, que promove o diálogo com o imaginário de Raul Brandão e Fialhode Almeida. Em ambos os casos, no entanto, o motivo da deambulação noturna pela cidade pode serlido como a demanda simbólica do Eu, a qual revela o drama psicológico do protagonista, bem como otrauma do migrante no século XX.


Palavras-chave


imaginário urbano; deambulação noturna; Branquinho da Fonseca; Lisboa na literatura portuguesa.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, Fialho de. Lisboa galante: episódios e aspectos da cidade. Lisboa: Vega, 1994.

BACHELARD, Gaston. La poétique de l´espace. Paris: Presses Universitaires de France, 1957.

BRANDÃO, Raul. A morte do palhaço e o mistério da árvore. Lisboa: Seara Nova, 1978.

______. Os pobres. Lisboa: Comunicação, 1994.

FERREIRA, António Manuel. Arte maior: os contos de Branquinho da Fonseca. Lisboa: Imprensa Nacional-Casa da Moeda, 2004.

FONSECA, Branquinho da. Obras completas. Lisboa: Imprensa Nacional-Casa da Moeda, 2010. v. 1.

HODROVÁ, Daniela. Citlivé město (eseje z mytopoetiky). Praha: Akropolis, 2006.

JUNG, C. G.. Archetypy a nevědomí. Trad. E. Bosáková, K. Černá, J. Černý. Brno: Nakladatelství Tomáše Janečka, 1997.

MACEDO, Hélder. Nós: uma leitura de Cesário Verde. Lisboa: Dom Quixote, 1986.

MATEUS, Isabel Cristina Pinto. „Kodakização“ e despolarização do Real: para uma poética do grotesco na obra de Fialho de Almeida. Lisboa: Caminho, 2008.

PESSOA, Fernando. Antologia poética. Lisboa: Biblioteca Ulisseia de Autores Portugueses. s. d.

SANSOT, Pierre. Poétique de la ville. Paris: Klincksieck, 1971.

VERDE, Cesário. O livro de Cesário Verde. Lisboa: Biblioteca Ulisseia, 1999.

VIÇOSO, Vítor. A máscara e o sonho: vozes, imagens e símbolos na ficção de Raul Brandão. Lisboa: Cosmos, 1999.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.



ISSN: 2316-6134

A Convergência Lusíada é uma revista do Centro de Estudos do


Licença Creative Commons
A Revista Convergência Lusíada utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.