Cartografia de um encontro: Sophia e Cecília

Eduardo Silva Russell

Resumo


Sophia de Mello Breyner Andresen, além de poemas, escreveu uma série de ensaios que, embora não estejam ainda copilados em livro, mostram a proximidade de sua voz com a de outros autores em língua portuguesa, como Cecília Meireles. O encontro desta com aquela, que nunca se deu fisicamente, não deixou de acontecer e de ser celebrado na poesia, que permitiu, sobretudo para Sophia, a reflexão sobre o seu próprio lirismo.


Palavras-chave


poesia portuguesa do século XX; Sophia de Mello Breyner Andresen; Cecília Meireles; modernidade; crítica de poesia; Brasil; Portugal.

Texto completo:

PDF

Referências


ADORNO, Theodor Ludwig Wiesengrund. O ensaio como forma. In: ______. Notas de literatura. São Paulo: Duas Cidades/Editora 34, 2003.

ALMINO, João. A literatura da cisma. Folha de São Paulo, São Paulo, 26 set. 1999. Disponível em: http://www1.folha.uol.com.br/fsp/mais/fs2609199907.htm. Acesso em: nov. 2017.

ANDRESEN, Sophia de Mello Breyner. A poesia de Cecília Meireles. Cidade Nova: Revista de Cultura, São Paulo, IV Série, n. 6, p. 341-352, 1956.

______. Poesia e realidade. Revista de Artes e Letras, Lisboa, n. 87, p. 53-54, abr. 1960.

______. Sophia e o brilho do visível frente a frente. Entrevista. Contemporâneo, 15 mar. 1989. Disponível em http://purl.pt/19841/1/galeria/entrevistas/04.html. Acesso em: 12 ago. 2016.

______. Obra poética I. Lisboa: Caminho, 1999.

______. Obra poética II. Lisboa: Caminho, 2011.

BACKES, Karin Lilian Hagemann. Mar de poeta: a metáfora do oceano nas líricas de Cecília Meireles e Sophia Andresen. 2009. 241 f. Tese (Doutorado em Letras) — Pontifícia Universidade Católica, Porto Alegre, 2009.

BARBOSA, Marcia Helena. Navegação sem mapa: a história na poesia de Sophia de Mello Breyner Andresen. In: ALVES, Ida; MAFFEI, Luis (orgs.). Poetas que interessam mais. Rio de Janeiro: Azougue, 2011.

BARRENTO, João. O ensaio em Portugal: sociologia de um gênero sem gênero. In: __. O gênero intranquilo. Lisboa: Assírio e Alvim, 2010.

BELCHIOR, Maria de Lourdes. Itinerário poético de Sophia. Colóquio-Letras, Lisboa, n. 89, p. 36-42, jan. 1986.

BELO, Ruy. Na senda da poesia. Lisboa: Assírio e Alvim, 2002.

BENJAMIM, Walter. O conceito de crítica de arte no Romantismo alemão. Tradução: Marcio Seligmann-Silva. São Paulo: Iluminura, 2002.

DUARTE, Pedro. Estio do tempo: romantismo e estética moderna. Rio de Janeiro: Zahar, 2011

FERRAZ, Eucanaã. Ouvir o poema. In: Relâmpago – Revista de Poesia, Lisboa, n. 9, p. 31-55, 2011.

GONÇALVES, Márcia. A filosofia da natureza. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2006.

LOPES, Silvina Rodrigues. Escutar, nomear, fazer paisagens. In: ______. Exercícios de aproximação. Lisboa: Vendaval, 2003. p. 49-75.

MEIRELES, Cecília. Poesia completa. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2001.

MALHEIRO, Helena. O enigma de Sophia: da sombra à claridade. Alfragide: Oficina do Livro, 2008.

SANCHES NETO, Miguel. Cecília Meireles e o tempo inteiriço. In: SECCHIN, Antonio Carlos. (org.) Poesia Completa de Cecília Meireles. Rio de Janeiro, Editora Nova Fronteira, 2001, vol. 1.

ORTEGA Y GASSET, José. A desumanização da arte. Tradução: Ricardo Araújo. São Paulo: Cortez, 2008.

REZENDE, Jussara Neves. A simbolização nas imagens poéticas de Cecília Meireles e Sophia de Mello Breyner Andresen: tempo e paisagem. 2006. 167 f. Tese (Doutorado em Letras) — Faculdade de Letras da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2006.

OLIVEIRA, Rita do Perpétuo Socorro Barbosa de. A poesia de Sophia de Mello Breyner Andresen: o poeta e a participação política. 2010. 141 f. Tese (Doutorado em Letras) – Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2010.

RUSSELL, Eduardo Silva. Sophia de Mello Breyner Andresen, leitora de poetas. 2017. 150 f. Dissertação (Mestrado em Letras) — Instituto de Letras da Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2017.

SILVA, Sofia Maria de Sousa. Reparar brechas: a relação entre as artes poéticas de Sophia de Mello Breyner Andresen e Adília Lopes e a tradição moderna. 2007. 160 f. Tese (Doutorado em Letras) — Faculdade de Letras, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2007.




DOI: https://doi.org/10.37508/rcl.2019.n42a270

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



ISSN: 2316-6134

A Convergência Lusíada é uma revista do Centro de Estudos do


Licença Creative Commons
A Revista Convergência Lusíada utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.