Desassossegos: questões para uma estética contemporânea

Gustavo Moura Bragança

Resumo


O presente artigo articula uma leitura da presença contemporânea do Livro do desassossego, de Fernando Pessoa (entre suas variadas versões editoriais e a recepção crítica e cultural do livro ou seu impacto crítico-cultural), a reflexões a respeito dos caminhos da literatura das últimas décadas (sobretudo, os anos 2000 e 2010) em sua reiterada afirmação de impropriedade ou inespecificidade ou não pertencimento – e pós-autonomia –, o que se configuraria, entre outros aspectos, numa rejeição (sincera ou irônica) da literatura pela literatura e, neste mesmo movimento, em uma aproximação com preocupações críticas e práticas da arte contemporânea.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



ISSN: 2316-6134

A Convergência Lusíada é uma revista do Centro de Estudos do


Licença Creative Commons
A Revista Convergência Lusíada utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.