A poesia de Herberto Helder entre os índios Caxinauás e a contemporaneidade brasileira

João Amadeu Oliveira Carvalho da Silva

Resumo


Análise de momentos poéticos da obra de Herberto Helder para entender relações de proximidade entre o povo português e o brasileiro. Serão abordados o poema “A criação da Lua”, dos índios Caxinauás, habitantes entre o Peru e o Brasil, mudado para português por Herberto Helder, e poemas de Herberto Helder publicados em Ofício Cantante, cuja construção frásica, especificidades fonéticas e fonológicas se identificam com o modo de falar do povo brasileiro. 

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



ISSN: 2316-6134

A Convergência Lusíada é uma revista do Centro de Estudos do


Licença Creative Commons
A Revista Convergência Lusíada utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.