Imagens de Brasil na “literatura de intuitos” portuguesa

Virginia Célia Camilotti

Resumo


Os primeiros anos da República em Portugal engendraram um tipo de expressão nas letras que se autodenominou “literatura de intuitos”. Seu traço marcante, além do repúdio à ideia da arte pela arte, é, conforme Seabra Pereira, a afirmação da literatura como “missão ética e social”, empenhada na subversão de modelos de mentalidade e de comportamento derivados do sentimento de decadência nacional, e interessada na regeneração da pátria. A fim de mobilizar imagens e símbolos capazes de propulsionar a vontade regenerativa, tal literatura adota o Brasil, país da plena energia, como imagem modelar e dynamis da missão que se impôs. Pretendo explorar os contornos deste Brasil traçados pela “literatura de intuitos”, em especial na prosa de João de Barros, bem como a apropriação dessa imagem pelos homens de letras no Brasil.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



ISSN: 2316-6134

A Convergência Lusíada é uma revista do Centro de Estudos do


Licença Creative Commons
A Revista Convergência Lusíada utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.