A herança de um messianismo português: o sebastianismo brasileiro, histórias do passado e do presente

Ana Maria Binet

Resumo


No século XVI , aparece em Portugal um anunciador da vinda de um Rei-Messias – trata-se de Gonçalo Anes Bandarra (1500-1566), sapateiro do norte do Portugal, região onde os cristãos-novos eram numerosos. Desde o final do século XVI, as Trovas do Bandarra já circulavam no Brasil, e o espírito messiânico que as caracteriza ressurgiria séculos mais tarde em movimentos como o de António Conselheiro, de Silvestre José dos Santos, de João António dos Santos. A herança desse messianismo, à partida lusitano, é ainda patente, sobretudo no nordeste do Brasil. A situação atual dos elementos sebásticos nas manifestações religiosas brasileiras e, sobretudo, nordestinas é o principal objeto de estudo deste trabalho.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



ISSN: 2316-6134

A Convergência Lusíada é uma revista do Centro de Estudos do


Licença Creative Commons
A Revista Convergência Lusíada utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.