Uma existência em redoma: a Balada da praia dos cães e a documentação de Portugal

Michele Dull Sampaio Beraldo Matter

Resumo


O presente artigo consiste em uma leitura do romance Balada da Praia dos Cães, do escritor português José Cardoso Pires, no que se refere à representação identitária de sujeitos em crise experimentada ali pelos seus personagens e ao exercício de uma escrita politizada representativa da pátria portuguesa em deterioração.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



ISSN: 2316-6134

A Convergência Lusíada é uma revista do Centro de Estudos do


Licença Creative Commons
A Revista Convergência Lusíada utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.