A lenda dourada de Frei Bartolomeu Ferreira

Vanda Anastácio

Resumo


Acerca de Frei Bartolomeu Ferreira, que foi o primeiro censor de Os Lusíadas, existe uma lenda, criada pela historiografia literária do final do século XIX: a de que se trataria de um censor benévolo, de grande tolerância, erudição e apurado gosto literário, qualidades que lhe teriam permitido perceber, logo em 1572, o valor do poema. Neste trabalho propõe-se uma reflexão sobre esta “lenda dourada” organizada em torno de três questões fundamentais: 1) quando e como se cola a Frei Bartolomeu Ferreira a imagem do censor benévolo? 2) que factos, ou que documentos permitem confirmar ou refutar essa imagem? 3) em que medida a constituição da lenda de Frei Bartolomeu Ferreira pode alertar-nos para as dificuldades e virtualidades do trabalho historiográfico?

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



ISSN: 2316-6134

A Convergência Lusíada é uma revista do Centro de Estudos do


Licença Creative Commons
A Revista Convergência Lusíada utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.