A percepção vertiginosa: imagens artísticas a partir da relação cinema-paisagem-poesia

André Carneiro Ramos

Resumo


O propósito deste ensaio é correlacionar o filme Nós que aqui estamos, por vós esperamos (1998), de Marcelo Masagão, com o poema “Fotograma” (2008), de Luís Quintais, tratando justamente da relação cinema-paisagem-poesia. Segundo Gombrich (1965), imagens artísticas gerariam rememorações no espectador, alternando um diálogo possível entre a ideia de representação e ato simbólico. Tal paradoxo se aproximaria da questão proposta por Didi-Huberman (1998), sobre toda imagem reverberar uma crítica que, em si mesma, revelar-se-ia aurática, como a própria arte.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



ISSN: 2316-6134

A Convergência Lusíada é uma revista do Centro de Estudos do


Licença Creative Commons
A Revista Convergência Lusíada utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.