Entre a obscuridade e a luz: os caminhos da peregrinação na poética de Jorge de Sena

Kassia Fernandes da Cunha

Resumo


Este artigo propõe uma análise da atividade lírica de Jorge de Sena sob uma perspectiva imagética que privilegia o ponto de vista do viajante o qual, à medida que percorre o mundo, percebe a paisagem de forma subjetiva, associando visibilidade e memória. Para esse fim, examinaremos sua experiência de paisagem, sob a ótica cultural, como reflexo da ação humana sobre o espaço puramente geográfico da peregrinação do sujeito, demonstrando o quanto a escuridão e a luz se revezam nesse trajeto.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



ISSN: 2316-6134

A Convergência Lusíada é uma revista do Centro de Estudos do


Licença Creative Commons
A Revista Convergência Lusíada utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.