Faustino Xavier de Novais: o bardo e a questão do dinheiro

Eduardo da Cruz

Resumo


Quando os literatos precisam vender suas obras para sobreviver, a questão do mercado literário torna-se importante. Ao longo do século XIX, com o avanço do capitalismo em Portugal, alguns artistas passam a viver de sua produção intelectual. Dinheiro e pobreza, assuntos intimamente ligados, tornam-se temas de poemas, mesmo num período tradicionalmente tido como sentimental, como o Romantismo. Neste ensaio debruçamo-nos sobre a obra poética de Faustino Xavier de Novais (1820-1869), que além de escritor foi ourives, em busca dos modos como esses temas se manifestam em seus poemas.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



ISSN: 2316-6134

A Convergência Lusíada é uma revista do Centro de Estudos do


Licença Creative Commons
A Revista Convergência Lusíada utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.