Chamada Convergência Lusíada n. 41 – submissão até 31 de março de 2019

Organização: Ida Alves (UFF) e Marcia Manir Feitosa (UFMA)

 

Geografias literárias: cidades escritas

No âmbito das literaturas de língua portuguesa, este número discutirá geografia literária,  geopoética, topofilia, memória dos lugares, cartografias, vivência espacial e experiência cultural do diferente e do híbrido. Como se escrevem as cidades, sobretudo Rio de Janeiro e Lisboa, em obras narrativas ou poéticas de autores de língua portuguesa: configurações e tensões. Olhares oitocentista, moderno e modernistasobre cidades, experiências virtuais no contemporâneo em narrativas e poéticas portuguesas, brasileiras e africanas de língua portuguesa.A paisagem urbana como eixo temático de obras literárias. Abordagem analítica e crítica de questões próprias às culturas de língua portuguesa em diferentes espaços geográficos da contemporaneidade.  Estudos comparados e interdisciplinares entre literatura e geografia cultural, literatura e turismo cultural, filosofia da percepção e filosofia da paisagem.